Lista de sugestões de filmes interessantes. Cada postagem traz foto, breve sinopse, censura, diretor, distribuidora, elenco, responsáveis pelo roteiro, musica e fotografia. Com o eterno deslumbramento de fã apaixonada, By Star Filmes acredita que o cinema emociona, ensina e é a melhor diversão.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Blade Runner - Caçador de Andróides

Blade Runner * * *
(1982) 118 min (16 anos)

Diretor:
Ridley Scott
Roteiro: Hampton Francher e David Webb Peoples, baseado na obra de Philip K. Dirk ("Do Androids Dream of Electric Sheep?")
Música: Vangelis
Fotografia: Jordfan Cronenweth
Edição: Les Healey (versão do diretor) e Marsha Nakashima
Elenco: Harrison Ford, Rutger Hauer, Sean Young, Daryl Hannah, Edward James Olmos, M. Emmet Walsh, William Sanderson


Los Angeles, 2019 - Seis replicantes modelo Nexus 6 chegam a terra, foragidos de uma colônia espacial. Os replicantes são andróides, com aspecto idêntico ao dos humanos, criados pelo homem para realizar trabalhos mais duros e perigosos. Conseguem escapar das colônias numa rebelião, onde mataram mais de vinte pessoas, com o objetivo de encontrar seu criador e conseguir que sua existência, programada para quatro anos, seja prolongada.

Na Terra, os replicantes são ilegais e são perseguidos por um corpo policial, chamado de "blade runner" (Caçadores de Andróides). Rick Deckard é um deles, forçado a sair da aposentadoria para assumir esta missão. O filme questiona o que é ser humano e o porquê da vida ser tão preciosa. Para lerem um belo comentário de Vicente Huerta, cliquem no site da Quadrante.

Como disse o crítico americano Leonard Maltin, na edição de 1997 do "Vídeo Movie Guide", "Blade Runner" tem fãs apaixonados. Provavelmente, vários deles lhe escreveram, reclamando de sua avaliação de uma estrela e meia, por conta de um "roteiro confuso e personagens principais sem apelo" (!). Quando assistiu o filme, Maltin devia estar com dor de dente...

De qualquer modo, na edição de 1999, reviu sua opinião, e o filme recebeu 4 estrelas e meia e os comentários de que induz ao pensamento, é visualmente impressionante, indicado para os que gostam de substância. Bem melhor e em sintonia conosco, fãs apaixonados. Nas edições subseqüentes, Maltin teve uma recaída e voltou à 1 estrela e 1/2.

Pois a edição especial de Blade Runner acaba de chegar às locadoras em DVD Triplo!
Contem a versão especial do diretor, restaurada e remasterizada, a versão para cinema (EUA) e a Internacional; todas com apresentação de Ridley Scott. O terceiro disco chama-se "Dias Perigosos: Realizando Blade Runner". Mal posso esperar...


Curiosidades:
* Enquanto o filme é vagamente baseado em "Do Androids Dream of Electric Sheep", de Philip K. Dick, o título vem de um livro de Alan Nourse, chamado "The Bladerunner".

* Este foi um dos primeiro grandes filmes a ser relançado, anos mais tarde, numa versão do diretor, com alterações que refletissem sua visão original. Atualmente, esse tipo de revisão é lugar comum.

* Em 2004, o jornal inglês The Guardian fez uma pesquisa sobre filmes de ficção científica. 60 cientistas elegeram "Blade Runner" o melhor filme de ficção científica de todos os tempos, logo acima de 2001: uma Odisséia no Espaço.

* Joanna Cassidy está tão à vontade com a cobra no pescoço porque é "Darling", sua piton birmanesa de estimação.

* Os movimentos de Roy para derrotar Tyrrel no xadrez são do mestre alemão Adolf Anderssen num jogo famoso de 1851. É conhecido como "O Jogo Imortal", em que Anderssen sacrificou a Dama para forçar o xeque-mate na jogada seguinte.

* Inicialmente um fracasso nas bilheterias, o filme gradualmente conquistou uma audiência cult, anos depois, graças ao lançamento da versão do diretor. Ridley esperava que Blade Runner fosse melhor do que Alien, o Oitavo Passageiro na estréia e culpava a crítica sarcástica da jornalista nova-iorquina Pauline Kael pelo fraco desempenho.

* Roy Batty: "Vi coisas que vocês humanos não acreditariam. Naves de ataque em chamas nas bordas Orion. Vi raios-C brilharem no escuro perto do Portal de Tannhauser. Todos esses momentos ficarão perdidos no tempo, como lágrimas na chuva. É hora de morrer”.
("I've seen things you people wouldn't believe. Attacks ships on fire off the shoulder of Orion. I watched C-beams glitter in the dark near the Tannhauser gate. All those moments will be lost in time, like tears in rain... Time to die.")
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

banner